Seguro viagem para o Chile: tudo o que você precisa saber!

Seguro viagem para o Chile

Se você está planejando uma viagem para o Chile para aproveitar o frio, os vinhos e todas as outras belezas que o país oferece, vamos compartilhar todas as informações de que você precisa para viajar sem erros. O primeiro passo: contratar um seguro viagem para o Chile.

Se você já visitou o país, é possível que não tenha contratado o seguro na época e acredite que não precisa de seguro viagem para o Chile. É verdade que, antes da pandemia de COVID-19, o país não exigia o seguro, porém as coisas mudaram. Atualmente, deve-se apresentar uma apólice com cobertura de 30 mil dólares.

A necessidade do serviço tornou-se obrigatória justamente para manter as fronteiras abertas, garantindo o controle de quem entra e sai do país, além de monitorar novos casos, contágios e outras questões sanitárias.

Antes de mais nada, é importante dizer que é seguro viajar para o Chile hoje em dia, uma vez que os casos de COVID-19 estão controlados, e a maioria da população está vacinada. Nesse contexto, o seguro-viagem é uma segurança tanto para o viajante quanto para o próprio país.

Entretanto, existem outros requisitos para entrada no Chile que você precisa conhecer e providenciar antes de começar a arrumar as malas. A seguir, confira os documentos necessários e outras dicas para aproveitar o país ao máximo!

Documentos obrigatórios

Além do seguro-viagem para o Chile, existem outras obrigações que o turista deve cumprir para desembarcar no território. Apesar de não exigirem passaporte e/ou visto, é preciso mostrar o documento de identidade com uma foto recente.

O seguro-viagem, necessariamente com cobertura para COVID-19, deve ser apresentado junto da Declaração Jurada para o Chile. Trata-se de um formulário eletrônico que requer o preenchimento com informações de contato e histórico de saúde até 48 horas antes do embarque.

O Pase Movilidad é outro documento que você deve providenciar — nesse caso, com bastante antecedência, pois o prazo para ficar pronto é de até 30 dias! Ele funciona como um “passaporte de vacina” para comprovar que você tem as doses contra a COVID-19 há mais de 14 dias.

Até poucos meses, também era obrigatório realizar um teste PCR com até 72 horas antes do embarque e apresentar o resultado negativo. Embora não seja mais exigido, é recomendável estar com o resultado em mãos tanto para sua segurança quanto para mudanças que possam ocorrer de última hora.

De todo modo, você pode ser escolhido para fazer um novo teste ao desembarcar no Chile. A testagem é realizada de modo aleatório. Nos casos positivos para contaminação, as pessoas devem ser isoladas de acordo com o regulamento geral de saúde.

O Seguimento é mais uma maneira que o país tem para monitorar quem entra e quem sai, além do seguro-viagem para o Chile. Também obrigatório, ele tem validade apenas nos primeiros 14 dias no país.

Com ele, você é monitorado, recebendo perguntas diárias sobre seu estado de saúde e sua localização — você deve responder tudo diariamente também. Assim, o país pode conter ainda mais os casos de contágio pelo coronavírus.

Como escolher o melhor seguro viagem

Agora que você já sabe quais são os documentos para entrar no Chile, é hora de descobrir qual é o melhor seguro-viagem para seu passeio e seu bolso. Vale lembrar, mais uma vez, que é preciso contratar um seguro de, pelo menos, 30 mil dólares, com cobertura para COVID-19.

Existem muitos benefícios ao contratar o serviço com o melhor plano para sua viagem, até quando não era obrigatório. Afinal, é importante se sentir seguro e saber que, diante de qualquer imprevisto, você tem a quem recorrer. 

Com o seguro-viagem para o Chile, você pode entrar em qualquer país da América do Sul, desde que tudo seja realizado na mesma viagem e esteja no prazo contratado. Por isso, sai muito mais em conta contratar um bom serviço do que chegar de mãos vazias.

Em meio a várias opções no mercado, você pode fazer uma cotação on-line e comparar os preços de planos com cobertura para COVID-19. Após a contratação, você recebe toda a assistência médica e hospitalar tanto no caso de contaminação pelo coronavírus quanto de qualquer outro problema de saúde, como acidentes, internações ou consultas.

Imagine sentir dores que não são resolvidas com qualquer remédio durante seu passeio. Com o seguro-viagem para o Chile, você tem toda a assistência de que precisa: médicos que podem fazer visitas ao seu hotel, hospitais credenciados e/ou reembolso farmacêutico.

Universal Assistance

A Universal Assistance tem diversas opções de coberturas para você viajar para o Chile com garantia de qualidade nos serviços e nos atendimentos. Por sermos uma referência no mercado de seguro-viagem, temos o plano que mais se adequa às suas necessidades.

Além da cobertura para COVID-19 e outras questões médicas e hospitalares, os serviços da Universal Assistance oferecem conforto e praticidade. Alguns exemplos são: salas VIP em casos de atrasos de voos e assistência em situação de extravio/perda de bagagem.

Faça uma cotação on-line no próprio site da seguradora e fale virtualmente com os especialistas para ter uma visão ainda mais precisa de qual plano oferecido é o melhor para você!

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscríbete a nuestro newsletter para recibir ofertas y novedades

    [recaptcha]