Vacinas exigidas para viajar

Vacinas exigidas para viajar

Viajar requer muito planejamento, mas, com certeza, vale a pena. As fronteiras foram reabertas na maior parte do mundo, permitindo o planejamento de um bom passeio, seja sozinho, seja com acompanhantes. Entretanto, nem tudo é como antes, e as vacinas exigidas para viajar merecem atenção redobrada. 

A pandemia limitou o acesso a outros países e cidades por muito tempo. Atualmente, foram adotadas medidas de proteção para controlar a contaminação do coronavírus sem comprometer o retorno do turismo, como as vacinas exigidas para viajar aos Estados Unidos.

As vacinas para viajar variam conforme a região. No geral, além da vacina contra a COVID-19, a de febre amarela é uma das mais solicitadas por diferentes territórios. Então, fique atento ao planejar a sua viagem para não ser barrado no desembarque!

A seguir, você fica por dentro das vacinas exigidas para viajar ao exterior e às cidades nacionais e como comprová-las, além de conhecer as regras de entrada e saída para brasileiros em viagens internacionais.

Para viajar, precisa de vacina?

Com o “novo normal” e o turismo em alta, a pergunta mais frequente sobre viagens é justamente se precisa estar vacinado para viajar. A resposta é: depende do destino e da vacina. 

As vacinas obrigatórias para viagem à Europa, por exemplo, dependem de cada país. Para entrar em Malta, Albânia e Argélia, é obrigatória a vacina de febre amarela. Outros destinos, como Portugal, Espanha e França, exigem, atualmente, apenas o imunizante contra a COVID-19.

Nesse caso, é necessário apresentar um comprovante de vacina para viagem internacional das três doses. Em geral, não há mais restrições quanto ao laboratório de origem da vacina. Quem tomou a CoronaVac, que antes não era aceita em várias regiões, pode viajar sem medo.

Com a exceção do imunizante contra a febre amarela e a COVID-19, não existem outras vacinas obrigatórias para viajar. Entretanto, há várias recomendações para evitar a contaminação e a proliferação de doenças e vírus.

As doses contra hepatite A e B, tétano, sarampo, caxumba, rubéola e raiva são recomendadas para viajar a qualquer lugar, seja território nacional, seja internacional.

Também é importante se atentar às regras dos países de escala ou conexão do seu voo. Mesmo que eles não sejam o seu destino, você não pode desembarcar na região caso não tenha todos os documentos e vacinas obrigatórias no território.

Onde se vacinar?

Se você ainda não tomou as vacinas exigidas para viajar, é só procurar o posto de saúde mais próximo para se informar sobre os imunizantes disponíveis e o prazo.

Tome as doses necessárias e/ou recomendadas com antecedência, pois algumas delas exigem mais de uma aplicação, com um intervalo mínimo. Além disso, as regras de cada país podem sofrer alterações, especialmente com o crescimento da onda de COVID-19 em alguns lugares.

Como obter o comprovante de vacinação?

Para um destino internacional, atente-se ao idioma do comprovante de vacinação exigido. A própria Europa, por exemplo, só aceita o documento em inglês, espanhol ou francês. Você pode obtê-lo pelo aplicativo Conecte SUS.

Para entrar no exterior, também é preciso ter em mãos o CIVP (Certificado internacional de vacinação ou profilaxia), documento que comprova a imunização contra essas e outras doenças. Você pode acessar esses papéis gratuitamente pela Anvisa.

Como viajar com segurança?

Além das vacinas, o cuidado com a contaminação do coronavírus ainda é regra em qualquer cidade ou país. O uso de máscara em ambientes fechados é obrigatório em alguns territórios, principalmente no avião.

É recomendável fazer um teste de COVID-19 poucos dias antes do embarque, mesmo que não seja mandatório na região de destino. Assim, você tem ainda mais segurança e evita possíveis problemas médicos longe de casa.

Para curtir o seu passeio sem perigo, use álcool em gel com frequência e tenha cautela em lugares muito aglomerados. Apesar do controle das contaminações e da permissão de eventos abertos e fechados na maior parte do mundo, é sempre bom preservar a sua saúde e a dos outros, sem perder o lazer de qualidade.

Outros documentos obrigatórios

Se você já tem as vacinas exigidas para viajar, é hora de ir atrás dos documentos obrigatórios. Além do comprovante de vacinação e do teste negativo para a COVID-19, os países podem exigir um seguro viagem internacional e um comprovante de rendimentos. Isso é necessário para visitar a Europa, por exemplo.

Existem vários seguros que oferecem as coberturas mais adequadas para o seu tipo de viagem. Na Universal Assistance, você encontra muitas opções e benefícios por preços acessíveis para deixar o seu passeio ainda mais tranquilo.

Alguns serviços oferecidos pela seguradora são: cobertura de despesas médicas e hospitalares, exclusiva para a COVID-19, assistência jurídica e direito a um acompanhante em casos de internação. Faça uma cotação on-line, sem compromisso, e planeje a melhor viagem da sua vida!

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscríbete a nuestro newsletter para recibir ofertas y novedades

    [recaptcha]