Quando o seguro viagem é obrigatório? Confira todas as informações sobre o assunto!

Seguro viagem é obrigatório?

Uma das dúvidas mais comuns quando se começa a planejar uma viagem é se o seguro viagem é obrigatório naquele determinado país. No entanto, a resposta varia conforme o destino, uma vez que cada território tem suas regras sobre a exigência, além do tipo de seguro: turismo, trabalho, saúde, intercâmbio, etc.

Em muitos casos, quando o seguro não é obrigatório, os viajantes deixam de contratá-lo na intenção de economizar. Porém, esse é um dos maiores erros na hora de planejar uma viagem, já que as coberturas são sempre altamente recomendadas.

Separamos, a seguir, as principais informações sobre o que é seguro viagem, para que ele serve, quais países exigem e quais são as melhores coberturas para o seu tipo de passeio. Confira nossas dicas e tire todas suas dúvidas sobre o assunto!

O que é seguro viagem?

O próprio nome já revela que o serviço oferece segurança e tranquilidade durante a sua viagem, para você e sua família. Seja ela nacional ou internacional, no decorrer da jornada, você pode enfrentar diferentes eventos que, sem a assistência do seguro, serão situações de muita burocracia e dor de cabeça.

Perdas de bagagens e atrasos ou remarcação de voos são os problemas mais típicos em uma viagem, para os quais todo o seguro dá assistência. No entanto, ele é mais recomendável devido às coberturas médicas que podem ser necessárias durante uma viagem.

Há muitas opções de serviços desse tipo no mercado, o que pode acabar confundindo o turista que fica sem entender o que cobre o seguro viagem. Por lei, todas as seguradoras devem oferecer assistência médica, hospitalar e odontológica, seguro de bagagem, regresso antecipado e traslado médico.

Se a sua viagem for pelo território nacional, é possível que o serviço básico seja o suficiente. Nos casos de viagens estrangeiras, é preciso pesquisar com antecedência qual tipo de seguro viagem é obrigatório.

Tipos de seguro viagem

Como falamos acima, as seguradoras oferecem diferentes tipos de coberturas, para além das exigidas por lei. Porém, também existem diversas “categorias” de seguro. Confira quais são as mais comuns e para que cada uma serve:

  • seguro viagem nacional: recomendado para destinos brasileiros em que os turistas desejam um passeio com mais aventuras e atividades radicais ou que pretendem viajar para lugares mais remotos;
  • seguro viagem internacional: para viagens ao exterior, obrigatório ou não, costuma ser contratado pelas coberturas médicas, hospitalares e odontológicas oferecidas;
  • seguro viagem saúde: pensado apenas para coberturas relacionadas à área da saúde, como internações ou contaminações, sendo mais indicado para viagens laborais;
  • seguro viagem intercâmbio: indicado para quem pretende passar mais de meses em um único lugar ou, até mesmo, viajando pelo mundo. Esse tipo de seguro costuma oferecer coberturas mais prolongadas e um custo-benefício melhor.

Pode ser que você encontre, durante suas pesquisas, outros tipos de coberturas que podem ser do seu interesse. A nossa dica é sempre se atentar aos preços e condições de serviço, além do que o seu país ou os países de destino exigem.

Quais países exigem seguro?

São vários países que exigem seguro viagem, geralmente, por conta dos hospitais que não são acessíveis aos turistas, assim, evitam-se despesas para o viajante e dívidas para as instituições. Existem, ainda, os territórios que não exigem a cobertura, porém, como já falamos, ela é altamente recomendada devido aos altos custos médicos.

Na maior parte da Europa, o seguro-viagem é obrigatório. Com uma cobertura mínima de 30 mil euros, é possível encontrar diversos serviços com os mais variados preços, mas todos eles precisam ter assistência médica e hospitalar.

Com a apólice do seguro internacional, o turista tem acesso às redes médicas e hospitalares dos países que fazem parte do Tratado de Schengen, além do auxílio médico e direito à internação com acompanhante, caso seja necessário.

Os destinos mais procurados pelos brasileiros que requerem o serviço são França, Espanha, Catar, Cuba e Inglaterra. Países como Irlanda, Estados Unidos e África do Sul são alguns dos que não exigem coberturas, no entanto, você não quer viajar para nenhum deles sem cobertura!

Fora as coberturas médicas e hospitalares, já mencionadas, o turista tem direito à assistência devido à perda ou ao furto de bagagem e documentos durante a viagem, acesso às salas VIP em situações de atrasos de voo, auxílio em casos de coronavírus, entre outros benefícios.

Outros documentos obrigatórios

Como você já tem uma ideia do porquê o seguro viagem é obrigatório em alguns países, não esqueça de ver quais são os outros documentos exigidos! Passaportes em dia, carteira de identidade em boas condições e comprovante de vacinas são alguns dos registros obrigatórios mais comuns.

Mesmo com o controle da pandemia do coronavírus, muitos países solicitam a comprovação de vacinação, testes e, até mesmo, carteira com vacinas para outros vírus, como febre amarela.

Conheça os serviços oferecidos pela Universal Assistance

Agora que você já sabe onde o seguro viagem é obrigatório, é hora de pesquisar bastante sobre os serviços oferecidos no mercado. Existem muitas plataformas on-line que ajudam a comparar a cotação de diferentes seguradoras, além dos blogs e sites que reúnem opiniões e avaliações de viajantes.

O seguro-viagem comercializado pela Universal Assistance é uma das maiores referências entre as seguradoras. Você pode saber mais no site oficial e conversar com os especialistas, de maneira virtual, para ter todos os detalhes de preços e benefícios!

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscríbete a nuestro newsletter para recibir ofertas y novedades

    [recaptcha]