Perdi o voo! O que fazer e quais são os direitos do passageiro

Perdi o voo, o que fazer?

Perdi o voo, o que fazer?” é uma das perguntas mais comuns entre os viajantes. Devido ao trânsito, compromissos atrasados, check-in lento ou qualquer outro tipo de imprevisto, perder o voo é algo mais comum do que parece.

Mesmo que você tenha se planejado para chegar no aeroporto com antecedência, justamente para evitar o pensamento “perdi o voo, o que fazer?”, você pode passar por situações que te levem a, infelizmente, perder o voo ou a conexão. No entanto, esses casos têm solução! 

Se você está enfrentando essa situação agora ou já quer se preparar para saber os seus direitos, caso um dia venha enfrentá-la, confira o texto, a seguir, com todas as informações e como não se desesperar frente à situação de “perdi o voo, o que fazer?”. 

Reembolsos

A primeira coisa que vem à cabeça quando pensamos “perdi o voo, o que fazer?” é o pedido de reembolso à companhia responsável. No entanto, há regras para cada “tipo de atraso”. 

Se você conseguiu prever que se atrasaria para o voo, pode fazer o cancelamento e pedir o reembolso de passagem aérea em até três horas antes do embarque. Essa rescisão também pode ser feita se o atraso for de responsabilidade da companhia.

Contudo, se o imprevisto aconteceu de última hora e você chegou no aeroporto com o seu avião já decolando, respire fundo e mantenha a calma. O seu primeiro direito é solicitar o reembolso da taxa de embarque diretamente no balcão da companhia aérea ou pelo telefone.

Essa prática não vai garantir o valor da sua passagem e nem mesmo que você embarque no próximo voo — aliás, o reembolso pode demorar alguns meses para cair na sua conta. Todavia, esse é o direito de todo passageiro que pagou por um serviço que, no fim das contas, não utilizou.

Remarcação

Para embarcar no mesmo dia, você pode remarcar o voo diretamente no balcão da empresa aérea. Se o próximo embarque estiver com assentos disponíveis, você será realocado para que chegue ao seu destino ainda naquela data.

Porém, se não houver mais cadeiras livres no voo seguinte, você ainda pode pedir a remarcação para o próximo embarque disponível. Aliás, como a passagem aérea tem validade de 12 meses a partir da data de emissão, isso garante que ela não será perdida no decorrer desse prazo.

No entanto, em ambos os casos, é importante saber que a cobrança da taxa de remarcação é comum entre as companhias. O preço pode variar de acordo com a empresa e com a própria classe do voo, mas, de todo modo, é mais em conta do que comprar uma nova passagem.

Conexão de voo

Se você precisa fazer pontes aéreas e não sabe o que acontece se perder a conexão do voo, fique tranquilo, pois também será possível remarcar seu voo diretamente no aeroporto.

Se a responsabilidade do atraso for de outros voos que comprometeram o seu embarque inicial, a companhia tem a obrigação de te colocar no próximo embarque sem a cobrança de taxas e custos adicionais.

Entretanto, se o atraso aconteceu por um motivo excepcional por parte do próprio passageiro, a remarcação pode ser feita mediante o pagamento da taxa cobrada pela empresa.

Seguro viagem garante o reembolso da passagem?

Você pode contratar um seguro-viagem a fim de evitar o sentimento de “perdi o voo, o que fazer?”. No entanto, é preciso pesquisar e ler todo o contrato da sua apólice efetivada para saber se a sua seguradora dá o direito de reembolso.

Na maioria das vezes, as coberturas abrangem atrasos, perdas e cancelamentos de voos quando eles ocorrem por parte da companhia aérea, mas não quando isso acontece por culpa do passageiro. Porém, existem serviços que oferecem o benefício diante da comprovação do atraso.

Todo seguro-viagem dá direito à assistência médica, hospitalar e odontológica durante o passeio, além do auxílio nos casos de cancelamentos e atrasos dos voos, como falamos acima, e em perda ou extravio de bagagem, entre outros serviços.

Se você está procurando por uma boa cobertura, conheça o seguro-viagem comercializado pela Universal Assistance! Com diferentes opções que se adaptam ao estilo do seu passeio, você pode fazer uma cotação sem compromisso e falar, virtualmente, com os especialistas para tirar todas as suas dúvidas.

O que fazer para não perder o voo?

Pode parecer óbvio, mas existem algumas práticas que podem evitar a sensação do “perdi o voo, o que fazer?”. Além de se planejar para sair de casa com antecedência, há outras dicas que te ajudam a não perder o voo.

Arrumar a mala de última hora, por exemplo, é um fator bem comum que acarreta perda do embarque. Portanto, faça sua bagagem, pelo menos, três dias antes da sua viagem. Além disso, fazer check in on-line é essencial para evitar atrasos.

Às vezes, a fila para despachar as malas pode comprometer toda a sua viagem. Por isso, não deixe de fazer o check-in na sua própria casa ou nos postos de autoatendimento do aeroporto.

Por fim, procure saber como embarcar no aeroporto de origem. Ocasionalmente, o embarque muda de portão e você não sabe como chegar até ele ou, ainda, pode se perder se o aeroporto for muito grande. Veja na internet a estrutura do lugar para não se perder.

Conheça nossa comunidade de viajantes

Agora que você já sabe o que fazer se perder o seu voo, que tal conhecer outras dicas importantes sobre viajar? A Universal Assistance tem um blog com várias informações sobre como deixar a sua viagem ainda mais divertida e segura, além dos guias de como arrumar a mala e fazer um bom roteiro de viagem.

Confira, também, nossos artigos sobre documentos necessários e outras possíveis burocracias que você pode enfrentar, além de “perdi o voo, o que fazer?”, como os comprovantes de vacina, cobertura de seguro-viagem obrigatória, vistos e passaportes!

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscríbete a nuestro newsletter para recibir ofertas y novedades

    [recaptcha]